Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Parque D. Carlos I

por Carlos Gaspar, em 18.01.18

18 de Janeiro de 2018

os "nossos" amigos animais

111IMG_20180118_114038.jpg

111IMG_20180118_114045.jpg

111IMG_20180118_114112.jpg

111IMG_20180118_114121.jpg

111IMG_20180118_114919.jpg

recuperando

111IMG_20180118_114733.jpg

111IMG_20180118_115005.jpg

pormenores

111IMG_20180118_115151.jpg

111IMG_20180118_115242.jpg

111IMG_20180118_115307.jpg

111IMG_20180118_115448.jpg

111IMG_20180118_115506.jpg

111IMG_20180118_115649.jpg

111IMG_20180118_115717.jpg

111IMG_20180118_115819.jpg

111IMG_20180118_121316.jpg

111IMG_20180118_121329.jpg

111IMG_20180118_121400.jpg

basta uma chuvinha ...

 111IMG_20180118_115528.jpg

111IMG_20180118_115857.jpg

111IMG_20180118_115907.jpg

111IMG_20180118_115948.jpg

111IMG_20180118_120003.jpg

111IMG_20180118_120112.jpg

111IMG_20180118_120132.jpg

111IMG_20180118_120329.jpg

 expondo

111IMG_20180118_121611.jpg

111IMG_20180118_121643.jpg

111IMG_20180118_121710.jpg

111IMG_20180118_121845.jpg

111IMG_20180118_121931.jpg

111IMG_20180118_121949.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:06


Passeio Matinal, 15 de Janeiro de 2018

por Carlos Gaspar, em 16.01.18

Rua da Feira

111IMG_20180115_104441.jpg

Av. D. Manuel Câmara

111IMG_20180115_104853.jpg

Parque D. Carlos I

111IMG_20180115_114906.jpg

111IMG_20180115_121120.jpg

111IMG_20180115_122643.jpg

111IMG_20180115_122722.jpg

111IMG_20180115_122736.jpg

111IMG_20180115_122947.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:52


"Os Vendilhões do Templo"

por Carlos Gaspar, em 12.01.18

A ROADIS expande-separa Portugal após acordo para comprar duas Auto-Estradas.

 

roadis-entra-en-portugal-mini-314x262.jpg

A ROADIS, um dos principais investidores multinacionais, operadora e gerente de concessões rodoviárias, chegou a um acordo para adquirir participações nas Auto Estradas do Atlântico (AEA) e Auto Estradas do Litoral Oeste (AELO).
A aquisição marca a entrada da ROADIS em Portugal, um mercado com uma estrutura de concessão madura e estabelecida, que é bem conhecido da Administração da ROADIS, devido à sua experiência na região. A aquisição das participações na AEA e AELO aumenta a exposição da ROADIS aos mercados desenvolvidos, proporcionando maior diversificação ao portfólio. Após o fecho da transação, o portfólio da ROADIS incluirá 10 concessões rodoviárias situadas em seis países em três continentes.
"Estas aquisições constituem uma parte importante da nossa estratégia de crescimento", disse José Antonio Labarra, CEO da ROADIS. "Eles respondem ao nosso interesse em expandir a área de atuação da empresa em países desenvolvidos, e complementar a nossa presença nos mercados emergentes".
A transação deverá fechar no primeiro trimestre de 2018 e está sujeita às aprovações regulamentares usuais.

SOBRE A AEA
AEA é composta por duas rodovias com portagens, a A8 e a A15, que se estendem por um comprimento total de 170 quilómetros. A A8 é uma rodovia chave no corredor econômico de Portugal entre Lisboa e Porto, principalmente como artéria principal para quem viajam para Lisboa dos bairros suburbanos circundantes. A A15 liga as cidades de Caldas de Rainha e Santarem, atuando como um eixo complementar nas rotas norte-sul. Ocontrato de concessão começou em 1998 e expira em 2028. Nos últimos três anos, o tráfego aumentou em mais de 8 % na AEA.
SOBRE AELO
A AELO opera sob um quadro de pagamento baseado em disponibilidade e abrange um total de 112 quilômetros da costa oeste de Portugal para o seu interior. É constituída por uma série de rodovias que fornecem uma conexão entre as principais rodovias norte-a-sul, incluindo a A1, a A8 e a A17 na região de Leiria, uma das regiões turísticas mais importantes de Portugal. O contrato de concessão iniciou em 2013 e expira em 2039.

SEM COMENTÁRIOS

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:28


Caldas da Rainha - 1894

por Carlos Gaspar, em 09.11.17

14717294_1247505935316588_783601787363672131_n.jpg

 

E porque merece uma divulgação mais aprofundada, aqui fica um excelente quadro do que esta cidade foi em tempos idos.

 

"A Vila de Caldas da Rainha atinge os 5.000 habitantes. Lisboa inteira vinha a águas a Caldas da Rainha nesse verão de 1894. Na ruas do Parque uma verdadeira multidão convivia animadamente e de entre as várias línguas que se ouviam sobressaía o Castelhano tantas eram as visitas caldenses do País vizinho.

A pouco e pouco a Vila envolvia-se num ambiente de urbanidade e de cultura que as suas Termas irradiavam num processo que atraía a esta região novas gentes e novas mentalidades que a pouco e pouco dotavam a sociedade Caldense de modernas alavancas rumo a um desenvolvimento e a uma afirmação regional deveras notável. Neste quadro pintado com as cores agradáveis de um Estio ameno acorrem a Caldas da Rainha, muitas famílias de Lisboa, atraídas não só pelas qualidades das melhores águas termais de Portugal no tratamento do reumatismo, mas também pelo ambiente cosmopolita que se observa em toda a urbe."
(A. Marques in Gazeta das Caldas de 03 de Novembro de 2017)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:32


A falta de vergonha

por Carlos Gaspar, em 28.09.17

180px-Leonor_de_Viseu_-_José_Malhoa.jpg

Como é que é possível, que uma força política que  está no poder neste Concelho há 38 (TRINTA E OITO) anos, 35 (TRINTA E CINCO) dos quais ininterruptamente, se sinta no direito de nos tentar enganar "descaradamente", ao apresentar-se a estas eleições como o "arauto" de que está "no rumo certo"?

101 (CENTO E UMA) medidas para 4 anos, algumas das quais para irem de encontro ao que criaram ao longo dos anos? Como será isso exequível num prazo tão curto? E como será possível se a Autarquia tem pouca verba?

Para se perceber a dimensão da "falta de vergonha", eis algumas medidas propostas:

- ... defesa intransigente do nosso Hospital e exigir a sua permanência em Caldas da Rainha. (Alguma vez esta possibilidade de deslocalização esteve em causa?)

- Requalificação e electrificação da "Linha do Oeste".

- ... obras de requalificação do "Hospital Termal" para proceder à sua abertura.

- Continuação da melhoria das condições físicas das principais ruas e praças, reconvertendo e requalificando os espaços.

- Dotar o Mercado do Peixe de novas valências. ???

- Início da infraestruturação das áreas/pólos industriais de Santa Catarina, Vidais, São Gregório, Imaginário-Caldas da Rainha.

- Salir do Porto com espelho de água. ???

- Exigir a reparação da Barragem de Alvorninha e promover o seu aproveitamento turístico. ???

- Construção do Canil Municipal. (Há quantos anos foi prometido?)

- Ampliar a rede clicável. ???

- Apresentação da Candidatura a Cidade Criativa da Unesco. (Com que fundamentação?)

- Integração da Rede Nacional e da Rede Europeia das Cidades Cerâmicas, com sede nas Caldas da Rainha.

- Piso sintético no Campo, no Coto e no FCC. ???

- Loja Social Jovem.

- Promoção e divulgação de produtos locais (pão de ló, codornizes, cavacas, beijinhos, trouxas, etc).

- Requalificação, manutenção, reparação e limpeza das ruas, linhas de água, estradas, caminhos, passeios, valetas, aquedutos.

- Desmaterialização dos processos e informações. ???

Como diz a canção da telenovela:

"TU NÃO TENS UM PINGO DE VERGONHA"

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:17


Ano Lectivo 2016/2017

por Carlos Gaspar, em 27.09.16

 O ensino escolar nesta cidade não anda nada bem.

- Em determinado jardim de infância da cidade, e porque a educadora colocada tem estado bastante doente, foi feita uma reunião de pais, reunião essa marcada para TRÊS dia antes da abertura do novo ano. Nela foi dito que, face à impossibilidade da educadora voltar ao jardim, iria proceder-se no sentido de se encontrar uma substituta, o que aconteceu rapidamente. Até aqui tudo mais ou menos bem. O problema, a meu ver, teve a ver com o facto de ter vindo uma nova educadora, quando a que esteve o ano passado, e com todas as vantagens que daí adviriam, não ter sido contactada, apesar de na sua candidatura ter posto o jardim em primeiro lugar. Dizem-me que o problema é o sistema e eu questiono: então mas o sistema não pode ser contornado numa situação destas? não era, pedagogicamente,  melhor para as crianças? Pelos vistos não!

- Outra situação deveras preocupante e que tem a ver com uma outra educadora, reside no facto de, por motivos familiares, haver necessidade duma substituição temporária. Trâmites legais, colocação solucionada e ... no dia em que se devia apresentar no jardim, a nova educadora entra de baixa médica. Coincidência? Não acredito!

 Doa a quem doer só há uma solução. A Sra. está mesmo doente, então avancem para a substituição. A Sra. não está mesmo doente, só tem um caminho - ir para o desemprego sem direito a qualquer subsídio. Tanta gente a desesperar por lugar e quem o arranja não aparece!

- No colégio Rainha D. Leonor foram criadas algumas turmas particulares, suportadas pelas mensalidades que os alunos pagam. Nada disto me diz respeito pois cada um faz o que muito bem entende. Agora que se DISCRIMINEM os alunos que estão abrangidos pelos contratos de associação NÃO. E pelos vistos é isto que está a acontecer, uma vez que os mesmos não podem frequentar os locais dos privados. Nas casas de banho, no refeitório, e até, PASME-SE, nos corredores. Pelos vistos,  esta GENTINHA PEQUENINA não conhece a Constituição da República Portuguesa, que diz no seu  Artigo 26.º, Outros direitos pessoais:

1. A todos são reconhecidos os direitos à identidade pessoal, ao desenvolvimento da personalidade, à capacidade civil, à cidadania, ao bom nome e reputação, à imagem, à palavra, à reserva da intimidade da vida privada e familiar e à protecção legal contra quaisquer formas de discriminação.

- Tantos professores desempregados e com dificuldades de sobrevivência, e no entanto, num concurso público para doze (12) vagas para uma escola da cidade, apareceram três (3) professores.

Como diria o comediante: "E O ANORMAL SOU EU" !!!

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 12:40


Para chorar ...

por Carlos Gaspar, em 27.06.16

Orçamento Geral do Estado 2016

 

"Vencimentos de Cargos Políticos para os Municípios com 40.000 ou mais eleitores (Caldas da Rainha) e para as Juntas de Freguesia com mais de 10.000 e menos de 20.000 eleitores  (Juntas de Freguesia da Cidade)"

 

Cargo

Vencimento

Abono

Senha de

Valor

Valor

Mensal

Mensal

Presença

Mensal

Anual

14 (X)

12 (X)

Por Reunião

 

 

Presidente de Câmara

3.815,17 €

1.144,55 €

 

4.959,72 €

67.146,98 €

Vereador a tempo inteiro

3.052,13 €

610,43 €

 

3.662,56 €

50.054,98 €

Vereador a meio tempo

1.526,07 €

305,21 €

 

1.831,28 €

25.027,50 €

Vereador não permanente

 

 

73,00 €

 

 

Presidente da Assembleia Municipal

 

 

114,45 €

 

 

Secretário da Assembleia Municipal

 

 

95,38 €

 

 

Membro da Assembleia Municipal

 

 

73,30 €

 

 

Presidente da Junta a tempo inteiro

1.678,67 €

 

 

1.678,67 €

23.501,38 €

Presidente da Junta a meio tempo

839,34 €

 

 

839,34 €

11.750,76 €

Presidente não permanente

 

305,21 €

 

305,21 €

3.662,52 €

Tesoureiro (Não permanência)

 

244,17 €

 

244,17 €

2.930,04 €

Secretário (Não permanência)

 

244,17 €

 

244,17 €

2.930,04 €

Vogal (não tesoureiro ou secretário)

 

 

21,36 €

 

 

Membro da Assembleia de Freguesia

 

 

15,26 €

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Certamente que por causa dos valores dos vencimentos e subsídios a atribuir aos eleitos no concelho de Caldas da Rainha,  é que se luta dentro dos partidos! Pelos vistos, o tacho é MUITO tentador. Principalmente para quem nunca teria capacidades profissionais, para vir a auferir um ordenado destes!

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:05


Assembleia Municpal - 19 de Junho de 2016

por Carlos Gaspar, em 25.06.16

A falta de educação

Uma vez que tinha interesse na discussão e votação de 2 ou 3 pontos da ordem de trabalhos, desloquei-me, acompanhado pelo meu neto, à referida assembleia. Mal sabia eu o que ia encontrar. Uma "multidão" de pessoas ligadas ao Colégio Rainha D. Leonor que, deduzi eu, ali estavam por se ir discutir algo relacionado com o ensino privado.  E, na realidade, acertei em cheio. Tais pessoas estavam presentes porque se iria discutir o futuro do ensino no concelho. No entanto, e para que fosse garantida essa discussão naquela assembleia, foi apresentada pelo CDS uma proposta para que houvesse essa garantia. Proposta essa que foi recusada, tendo o referido assunto, por votação maioritária, baixado à segunda comissão. Entrou-se então no período de 30m destinado às intervenções do público, intervenções essas que me merecem apenas uma chamada de atenção, e que se refere apenas aos tempos de intervenção dos oradores. Enquanto três deles usaram escrupulosamente o tempo a que tinham direito (30:4=7,5m), o último, o cidadão Fernando Costa, que de acordo com  palavras suas, para além de caldense e autarca, também é administrador de uma empresa de reciclagem, falou por mais de 20m. Porque terá sido? Solidariedade autarca ou qualquer outra coisa que me "escapou"?

E chegamos ao ponto que me levou a escrever estas palavras: a falta de educação demonstrada por uma série de "gentinha pequenininha", que devia "beber o chá" que não bebeu em criança.

-  A Assembleia estava marcada para as 21H00 e começou às 21H30;

- A entrada e a presença de alguns participantes na assembleia foi uma "rebaldaria".  Falavam alto, faziam barulho, davam beijinhos e cumprimentos, atendiam o telemóvel e iam falar para fora da sala, enfim, uma falta de respeito;

- Os "colegiais" pareciam estar numa feira quando começaram a "debandar" da assembleia, desrespeitando tudo e todos, incluindo o membro que estava no uso da palavra.

Uma vez que me parece, que estas pessoas que nós elegemos, para além de não se respeitarem mutuamente não respeitam minimamente o cidadão que os elegeu, aqui deixo duas propostas que irei fazer uma próxima Assembleia Municipal:

  1. Que as sessões passem a ser transmitidas em directo, via internet, para que todos os cidadãos as possam seguir;
  2. Que o Presidente da mesa, a partir da próxima reunião, adopte este como um instrumento de trabalho;

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:34


É proibido estacionar

por Carlos Gaspar, em 01.12.15

12195957_10204997936097623_328160245582398886_n_phTêm toda a razão todos quantos dizem que, para "obrigar" os automobilistas a recorrerem aos estacionamentos pagos, foram "distribuídos a esmo" sinais de "não autorização" de estacionar.

Efectivamente, esta é uma realidade que pudémos constatar. Apenas no eixo existente entre as Avenidas da Independência Nacional e 1º de Maio, Praça 25 de Abril, Hemiciclo João Paulo II e as Ruas da Fonte do Pinheiro, Raúl Proença, Eng. Duarte Pacheco e António Sérgio, existem "apenas" 52 (CINQUENTA E DOIS) lugares destinados a:
Cargas e Descargas - 27 (VINTE E SETE)
Carregamento de Carros Eléctricos - 6 (SEIS)
Deficientes - 11 (ONZE)
Motas - 2 (DOIS)
Paróquia - 2 (DOIS)
Serviços Prisionais - 4 (QUATRO)
"Esta é a minha cidade"

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:19


Luto Municipal

por Carlos Gaspar, em 16.11.15

Dois GRANDES HOMENS desta cidade, "partiram" na semana que passou.

Lutadores incansáveis e determinados na defesa do homem e dos seus bens, ao terem abraçado a abnegada vida de BOMBEIROS.  Defensores dos nossos bens e das nossas vidas, largavam tudo o que estavam a fazer cada vez que a "sirene" os chamava e lá iam acudir e socorrer todos e tudo que deles precisavam. Nesta singela mas sincera e verdadeira homenagem, quero aqui lembrar as muitas centenas de todos quantos já serviram tão nobre causa, principalmente os "nossos", quer os que já partiram quer os que diariamente nos "ajudam". Não podia no entanto terminar este texto sem referir que, a Câmara Municipal desta cidade, não usou do mesmo critério no que ao "luto municipal" concerniu. Porquê? Não quero acreditar que tenha sido por aquilo em que estou a pensar. 

Henrique Sales Henriques
José Domingos

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:11


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

subscrever feeds